Como importar produtos

Vale a pena importar produtos?

Essa duvida e constante entre as pessoas  se vale a pena importar  produtos com o dólar a R$ 3.30, antes de tudo temos que lembrar um detalhe, todos esses produtos são importados e não  fabricados aqui no Brasil, então o aumento do dólar influencia no mercado todo, não importa se  a importação seja por pessoa física ou mesmo para comercio, se você reparar quando o dólar sobre qualquer tipo de eletrônico  exemplo: notebook, vídeo games, acessórios de informática, também acabam sofrendo alterações nos preços.

Mas o que vale a pena importar?

Existe uma infinidade de produtos, muitas pessoas preferem importar produtos para consumo próprio e outras para revenda, e essas importações não precisa ser exatamente dos Estados Unidos ou China, nosso vizinho o Paraguai sempre foi um dos maiores fornecedores de mercadorias para o nosso pais, aposto que na sua cidade sempre tem aquela rua com varias lojas que são chamadas de camelos ou lojinhas do Paraguai,  por que as pessoas sabem a origem dos produtos , mas isso é algo que vamos abordar em outro tópico .

O que as pessoas mais gostam de importar hoje em dia são celulares, relógios e roupas, esses produtos são os campeões  na área de importação, existem outros mercados como enxoval para bebes , roupas, mas o maior mercado hoje em dia são os celulares e os relógios, principalmente os Iphones, as pessoas sabem que o preço de um iphone dos EUA é muito barato, quando uma pessoa compra o aparelho de uma operadora com um plano acima de 1 ano, modelos lançamentos chegam a custar por $ 200 dólares, isso mesmo, um aparelho que no Brasil chega a custar mais de 3 MIL reais, o americano consegue comprar com 20% do salário mais baixo que seria de 2 mil dólares, e como as pessoas lá podem sempre comprar modelos novos no lançamento, o mercado aparelhos usados é algo muito bom,  e os Brasileiros já ficaram de olho nisso, hoje em dia o IPhone top que seria o modelo 7, você consegue comprar um 6s usado nos EUA em perfeitas condições por um pouco mais de mil reais, mesmo o dólar estando nesse valor de R$ 3.30.

As roupas então é algo mais surpreendente ainda,  camisetas que aqui chegam a custar  R$ 150 reais de marcas como Calvin Klein, Hollister, Abercrombie , Tommy nos famosos Outlets você paga de 8 a 15 dólares,  mesmo se o dólar chegasse a 5 reais ainda valeria e muito comprar esses produtos que aqui são muito valorizados .

Como importar produtos

Hoje em dia existem varia técnica e cursos online ajudando as pessoas a realizarem suas compras, pode parecer simples, mas existem alguns detalhes que se não forem feitos na hora da compra, a importação pode se tornar um pesadelo, minha dica é, pesquise muito como importar produtos no google e tente reunir o máximo de informações, se você ver que mesmo assim ainda está complicado procure algum curso na internet, que eu garanto que em sua primeira compra você já vai lucrar o valor pago no curso.

Como importar roupas dos EUA

Importação de roupas para revenda:

Há muito tempo as pessoas sabem que nos Estados unidos  as roupas de marca sempre foram muito mais baratas que aqui no Brasil, você deve ter conhecido alguém que viajou para os EUA e voltou com a mala recheada de roupas, tênis  e outros produtos como perfumes e eletrônicos, mas hoje vamos entrar mais no assunto como importar roupas dos EUA para revender.

Com o tempo e a internet é claro  mesmo as pessoas que nunca foram para os Estados Unidos começaram a ter conhecimento dos preços nas loja, como a anos atrás não existiam lojas virtuais só realmente sabia dos preços as pessoas que viajavam e iam no famoso Outlet na Cidade de Orlando que é um dos melhores para compras,  com o avanço das lojas virtuais, os Brasileiros começaram a enxergar uma oportunidade de negocio.

Como muitos faziam e fazem até hoje, como existem grandes promoções nas passagens, muitas pessoas viajam uma vez por mês, e volta com as malas cheias de roupas e eletrônicos das melhores marcas.

Problemas

A alfandega nos aeroportos começou a ficar muito rígida, começaram a perceber que muitas pessoas estavam praticando um comercio, comprando os produto por preços baixo lá nos EUA e revendendo aqui no Brasil, e assim começou muitas malas sendo apreendidas nos aeroportos, quem quiser mais informações pesquise no Google sobre esse assunto que vai ter muitas reportagens.

Muitas dessas pessoas começaram a buscar outro método de trazer as roupas para o Brasil  o principal foi pelos correios, o método tradicional de importar roupas do EUA era você modificar seu IP do computador por um americano com programas que fazem isso, entrar no sites fazer suas compras, mandar para um endereço nos EUA e depois reenviar par o Brasil, como eram apenas roupas as caixas passavam na maioria sem tributo, mas novamente começou a alfandega cair em cima das encomendar e os tributos começaram a ser enormes e assim dificultando a importação novamente.

Melhor método para importar roupas

Você deve achar um personal shopper, esse seria o seu comprando lá nos Estados Unidos, uma pessoa que conheça  as lojas e as marcas e sabe os dias das melhores promoções, você paga exemplo 30 dólares para ele, ele vai até a loja escolhe suas roupas tira foto das promoções faz as compras de quantos itens você quer e lhe envia.

Parece simples né? Importar roupas dos EUA, mas não é bem assim, você precisar achar alguém  de confiança e que entenda o que os modelos que os Brasileiros gostam e as marcas, porque o segredo desse negócio é que as lojas fazem muito queima de estoque, e os preços é mais baixo do que no site.

Quantos itens  devo importar por caixa?

Minha dica é, traga caixas recheadas com mais de 30 itens, você pode variar entre polos, camisetas roupas de crianças, por que mesmo a caixa sendo tributada vai valer muito a pena ainda a importação, e o seu personal shopper vai embalar tudo de uma forma que a caixa pareça pequena e declarar um valor bem menor, esses são as dicas fundamentais para quem quer  entrar nesse mercado e fazer sua renda extra.